Preciso começar falando que sou filho de um empresário, Paulo Sérgio Costa Pinto Cavalcanti. Desde cedo ele me ensinou que “não se faz uma empresa sem pessoas”, nós precisamos reconhecer que cada um de nós tem diferentes competências e que o somatório delas é o que faz uma empresa.

Foi com isso em mente que meu pai levou a distribuidora de químicos Sasil ao posto de 3ª maior do Brasil, a qual se expandiu através de novas filiais e de aquisições, como a Coplasul, com atuação no Sul do país, e a Varient, em São Paulo, que era o “braço” de distribuição da Ipiranga Petroquímica.

Esse espírito empreendedor o levou a fundar outros negócios e atualmente ele dedica parte do seu tempo a valorização da atividade empresarial como Vice-Presidente da ACB. Conviver com ele me levou a tomar a decisão de pedir minha antecipação judicial aos 16 anos para fundar a Aço Participações, e foi aí que a minha trajetória empresarial começou.

Ao longo desses 17 anos, tive a oportunidade de amadurecer ao lado de um grande time de craques, pessoas que me acompanham em todos os desafios e que eu considero verdadeiramente como parte da família.

Passei a participar da sociedade da Star Ambiental, que foi fundada para trazer a solução “sanitário portátil” ao Carnaval de Salvador, fomos os primeiros a realizar esse serviço na maior festa popular do planeta, uma festa Made In Bahia apreciada por pessoas de todo o mundo!

Através da Aço, passei a participar de outros negócios como: Acqua Service, uma indústria de cilindramento de cloro gás; Ikê Indústria de Alimentos, uma beneficiadora e empacotadora de cereais com atuação em quase todo o Nordeste; STLOG, armazenagem logística que presta serviços a indústrias da Bahia; TQS Transportes, uma transportadora de produtos químicos com atuação nacional, os principais produtos transportados são hipoclorito e soda cáustica.

Em 2017 fundei a Paramana, empresa de bebidas destiladas com padrões internacionais de fabricação. Através das nossas marcas homenageamos a Baía de Todos os Santos; Paramana Gin, Cachaça Maria Guarda e Vodca Saints Bay. Os produtos já estão espalhados pelo Brasil e os planos de internacionalização são para 2021, quando essas homenagens às belezas da Bahia irão impactar pessoas em todo o mundo.

Ainda em 2017 assumi o desafio de Presidir a Carbonor, a maior produtora de bicarbonato da América Latina e com isso me tornar membro do Conselho Diretor da ABIQUIM. A Carbonor está inaugurando mais uma unidade com capacidade para produzir 60.000 tons de CO2 e CaO. Isto significa um aumento de 75% de sua capacidade produtiva.

Outro destaque vai para a forma de produção sustentável, seremos uma das primeiras no mundo a capturar o CO2 a partir da calcinação de calcário. Possibilitando à nova unidade uma redução de mais de 75% no uso de combustíveis fósseis e gerando 100% de sua energia térmica a partir de fontes renováveis.

Esse empreendimento “verde” servirá de exemplo para o mundo de como unir os três pilares da sustentabilidade, a ambiental, a econômica e a social. A Carbonor valoriza as diferenças humanas e tem programa de compliance implantado. Por conta disso fui convidado a palestrar no I Simpósio pela promoção da cultura de integridade realizado em Salvador.

A necessidade de resgatar valores e princípios nunca esteve tão em voga. Portanto, precisamos compreender o futuro que se apresenta: em que não haverá lucros sem que haja integridade e reputação.

*Paulo Sérgio França Cavalcanti é administrador, fundador de empresas que atuam nos setores químico, logístico, alimentício, destilados e transportes, Presidente da Carbonor e integrante do Conselho Diretor da ABIQUIM (Associação Brasileira da Indústria Química).